Sinta-se Em Casa

Entre. Puxe a cadeira. Estique as pernas. Tome um café, e vamos dialogar com a alma.



sexta-feira, 25 de abril de 2014

Eu já admirei o Ronaldo Fenômeno

Eu já admirei o Ronaldo não apenas por seu futebol, mas acreditei em sua humildade. Decepcionado com ele? Não. 

Teria que me decepcionar comigo mesmo. Acreditei na humildade dele. Como poderia classificar no rol daqueles que imitam o que em Jesus é o diferencial, um homem que não tem capacidade de viver por muitos anos com a mesma mulher?

Viver com a mesma mulher sempre, por toda a vida, requer humildade. Humildade especialmente para ser melhor do que já se foi e mais servo do que se pensou.

Já estou perdendo a conta de seus "casamentos" e filhos espalhados por aí. O Ronaldo só foi Fenômeno com a bola no pé porque com as da virilidade colocou mais filhos no mundo do que poderia cuidar como pai de verdade, e nas outras jogadas da vida se mostrou incapaz de conviver e vencer.

Ele precisa das minhas orações e quem mais o coloca entre os grandes homens do Brasil. 

Não podemos confundir simpatia com caráter. O carisma de alguém pode nos fazer desejá-lo entre os bons, mas não pode haver honra para quem sucateia a família. 

Como está o seu coração humilde? A sua humildade o torna melhor para a sua esposa e o coloca mais perto de seus filhos?

Nenhum comentário:

Postar um comentário