Sinta-se Em Casa

Entre. Puxe a cadeira. Estique as pernas. Tome um café, e vamos dialogar com a alma.



segunda-feira, 12 de dezembro de 2016

Igreja? Nem sempre!

Jesus sempre foi contra a religiosidade farisaica. Aliás, a verdadeira religião é cuidar dos órfãos e das viúvas e guardar-se incontaminado do mundo (Tg. 1.27). 

Então alguns que fazem coisas tão boas, que sabem ser toda a vida para a glória de Deus (1 Co. 10.23) estão diminuindo suas responsabilidades na Igreja local.

E quando voltam de um aniversário depois de terem tido a oportunidade de orar, ou quando voltam da praia e lá também tiveram oração e reflexão bíblica, eles se sentem apoiados por Deus por estarem fora das reuniões da igreja.

Ah, quer dizer então que não podemos glorificar a Deus em outros lugares? Quer dizer então que é pecado fazer outras coisas no domingo? Não disse isso!

Gostaria que você abrisse os olhos e percebesse que quando a Igreja se torna segundo ou terceiro plano também se diminui o envolvimento missionário. 

Ausentar-se das reuniões da Igreja está muito associado ao liberalismo e a libertinagem a médio-longo-prazo. 

Pais que se comportam assim não estão semeando o melhor na vida dos seus filhos. Perigos os cercam mais à frente. Eles podem até se proteger hoje, mas seus filhos estão aprendendo que Igreja é importante, mas nem sempre.

Espero que você me ajude a não criar um grupo de fariseus dominicais que resumem a vida cristã ao domingo, mas que também não cai na libertinagem em deixar a Igreja em segundo ou terceiro plano. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário