Sinta-se Em Casa

Entre. Puxe a cadeira. Estique as pernas. Tome um café, e vamos dialogar com a alma.



quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

"Eu a amei com amor eterno; com amor leal a atrai..."

"Eu a amei com amor eterno; com amor leal a atrai..." Alguém poderia pensar que eu estou escrevendo pra minha amada esposa. Seria bonito, mas o caminho dessa reflexão não é o amor romântico de homem, pois somos limitados e condicionais um tanto de vezes. 

Só consegue amar na plenitude do amor aqueles que desfrutam do amor do Pai, pois o Seu amor é leal. Ele ama com amor incondicional, o seu amor é leal. 

O amor do Pai é um amor leal não apenas porque Ele prometeu amar o Seu povo. Ele ama com amor leal porque por definição Ele é amor (1 Jo. 4:8). O amor é o perfil dEle. 

Aquela frase: "Eu a amei com amor eterno; com amor leal a atrai..." está no livro do profeta Jeremias (31:3b). Onde Israel estava, qual a sua condição? 

"...O povo que escapou da morte achou favor no deserto." (Jr. 31:2b)

Esse amor leal que atrai e cuida acontece no deserto também. O problema é que mentes curtas demais e espíritos empobrecidos apenas compreendem o amor de Deus na fartura, no acerto, na realização, na aprovação, no sorriso e na saúde.

Deus é bom em todo o tempo. E precisamos confiar em Seu amor leal. O Seu amor é leal - ele não muda. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário